Estou feliz. E porquê?

Porque já algum tempo, a par de querer começar o Blog, eu queria fazer mais no site Ésses Joias, queria que fosse mais bonito, mais interactivo, ou seja mais lindinho.

Ora o Sr. Covid apareceu, proporcionando-me com isso tempo de sobra para explorar um novo tema para a imagem da loja. Umas horas de pesquisa passaram e por fim, lá consegui arranjar um tema novo que me agradasse.

 A seguir instalou-se o pânico:

 – E se depois de instalar e ativar vai tudo ao ar? E se não funciona bem, como faço para voltar atrás? Será que o backup funciona mesmo? Estas e mais uma série de perguntas/problemas começaram a passar pela minha cabeça… Respirei fundo… e cliquei no botão ativar. 

Suspense e … não senhor, não correu mal. Não correu magnificamente, mas com mais uns dias de pesquisa e adaptação de uns códigos a coisa ficou do meu agrado. Continua a não ser um site daqueles “espantosos” (esses custam rios de dinheiro), mas para o grau de programação/webdesign que eu tenho, que é zero, estou bastante feliz. Quer ver como ficou lindinho? Clique aqui e “enjoy”.

Agora a parte mais séria deste post. Porque estou a contar este episódio? 

Porque assim como neste episódio, em muitas outras alturas tanto eu como você temos momentos de pânico, de medo, de inação, de procrastinação. E perdemos certas coisas por causa disso. O que quero dizer é: se eu não clicasse no botão ativar, hoje não tinha o site como tenho e portanto não tinha uma coisa que eu queria. Mas vamos passar isto um contexto mais abrangente.

Provavelmente com este tempo de confinamento deu por si a pensar sobre a sua vida e em coisas que deviam ser ou gostava que fossem diferentes. 

Agora pense nessas “coisas” que você gostava que fossem diferentes na sua vida? Quantas dessas coisas dependem de uma ação e você continua a não tomar essa ação?? Maioritariamente todas não é?  

Quer uns exemplos, para conseguir visualizar melhor? Aqui vai…

 * Está à sua janela e passa um senhor a correr… imediatamente lhe vem à cabeça o mesmo pensamento de sempre quando observa alguém a correr,  “eu também gostava de correr assim”. Mas não corre, não é? Correr custa, mas no início custa a todos, ou acha que o senhor que viu a correr nasceu com um dão em que para ele correr é como para si estar no sofá?!! Aquele senhor começou por algum lado, mais não seja por calçar as sapatilhas e sair para a rua. E é esta a ação que deve tomar se quiser algum dia “correr assim”, deixar de procrastinar e sair para a rua. Logicamente não vai ficar logo atleta, mas com o tempo a coisa melhora, acredite em mim…

* Está sentado no sofá a pensar nos seus negócios e entretanto vê a publicidade na TV de um franchise que é seu concorrente. Imediatamente pensa “como eu gostava de fazer parte daquele franchise, certamente a minha vida seria muito melhor”. E agora pergunto: E já pegou no telefone, escreveu um email, etc e perguntou quais são as condições para ser um franchisado daquela empresa?!! Não!! E porquê? Porque tem medo da resposta e por isso não toma a ação. Mas esquece-se que se a resposta for negativa não perde nada, daí não existir fundamento para o medo, e se for positiva pode ganhar muito.

Muitas vezes não fazemos “as perguntas” por acharmos que já sabemos a resposta que nos vão dar, o que não é de todo correto porque uma mesma situação pode ter várias interpretações conforme a pessoa que a observa, originando por isso respostas diferentes.

Resumindo, se realmente quer alterar algumas coisas da sua vida não deixe que certas emoções interfiram com as ações que deve tomar para o fazer. Pense, reflita mas não fique inerte, aja. E só para que saiba, pensar indefinitivamente é uma forma de mascarar o medo que o impede de aceitar o risco e dar o passo em frente. Assim como o acto de projectar tudo até ao último pormenor achando que nunca é o momento certo para agir é outra forma de medo. Não se engane a si próprio.

Gostou? As intenções foram as melhores.

Ésses

Recommended Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

5 × 4 =

Follow Me!
PT
EN ES PT